{"title":"DIVIDIR \u00c9 PRECISO","type":"post","content":"

A PROPRIEDADE COMPARTILHADA É INDICADA PARA QUEM VOA POUCAS HORAS POR MÊS E QUER REDUZIR OS CUSTOS DE OPERAÇÃO DE UMA AERONAVE EXECUTIVA.<\/p>\r\n

\"Ainda há um grande potencial de expansão desse mercado e percebemos que a cada ano cresce o interesse e o conhecimento sobre as vantagens da propriedade compartilhada\", afirma Marcus Matta, presidente do Prime Fraction Club. Segundo ele, o compartilhamento de uma aeronave ou outros bens de luxo não está mais relacionado à disponibilidade de recursos e faz parte de uma percepção mais inteligente de redução de desperdícios e gastos desnecessários.<\/p>\r\n

\"No sistema de operação do Prime Fraction Club, os jatos executivos são compartilhados por até três cotistas. Já os helicópteros podem ser compartilhados por cinco cotistas, que adquirem uma fracção do bem\", comenta Matta. A frota do Prime Fraction Club conta com nove aeronaves, sendo dois Phenom 100 e dois Phenom 300, dois helicópteros Esquilo e três Agusta, além das aeronaves de gestão.<\/p>\r\n

\"A expectativa é ampliar em mais quatro aeronaves em 2015, incluindo dois jatos, sendo um Legacy 500, e mais dois helicópteros para atender a crescente demanda pela propriedade compartilhada no país e substituir os modelos da frota que alcançarem cinco anos de vida\", revela Matta. Além das aeronaves, o Prime Fraction Club conta ainda com embarcações e carros esportivos, sendo a única empresa a operar com esses modais no Brasil.<\/p>","publish_date":"Setembro 2014","cover":"dividir-e-preciso.jpg","video":""}